Seu perfil foi trackeado!

Por meio do processo que reconhece os pontos da tela onde o olhar se fixa por mais tempo, confirmou-se a relevância das imagens para atrair o olhar em um perfil.

Calma, pode não ser tão ruim quanto parece. Ferramentas de eye tracking, que analisam o movimento dos usuários na tela do computador e são usadas há muitos anos para entender como os usuários interagem com websites, produtos e sistemas, agora são aplicadas às redes sociais. Recentemente, a sofisticação e acessibilidade a essa tecnologia criaram uma grande demanda de interesse nos setores comerciais e empresariais, tendo como foco aplicações comuns incluindo usabilidade na web, publicidade, design, etc.. O site americano Mashable, maior agência independente de notícias dedicada à cobertura da cultura digital, mídias sociais e tecnologia, utilizou a ferramenta EyeTrackShop em páginas de redes sociais populares.

O estudo gravou o movimento dos olhos de 30 participantes enquanto eles verificavam, durante 10 segundos, perfis no Facebook, Google+, LinkedIn, Flickr, YouTube, Klout, Reddit, Digg, Tumblr, Twitter, StumbleUpon e Pinterest. Por meio do processo que reconhece os pontos da tela onde o olhar se fixa por mais tempo, os autores observaram que as fotos dos perfis realmente importam e são a característica que mais atrai o olhar no Facebook, por exemplo. Já no LinkedIn, o cargo ocupado ganhou mais atenção do que a foto. Além disso, as pessoas observaram quem eram os amigos que apareciam no perfil visualizado, e deram preferência ao conteúdo que estava no topo da página. O Mashable destaca que o estudo utilizou uma amostra pequena e que pode ser aperfeiçoado, mas o padrão de visualização adotado pelos usuários nas redes em muito se assemelha ao que já foi observado em outros formatos web e apontado por Jakob Nielsen em suas pesquisas desde a década de 90.

Para entender melhor, veja aqui os mapas de calor (heat maps) das telas utilizadas pelo Mashable.

Nielsen observou que a forma mais comum de visualização entre os usuários é olhar para o alto/esquerda e depois para a área mais alta da página, antes de mover para baixo e a direita, na forma de um “F”. Estudos recentes sobre eye tracking apontam que, apesar de os usuários utilizarem esse modelo em F para se orientar, muitos  – especialmente os que já possuem experiência anterior com a página – serão atraídos para outros elementos, como imagens e textos, destacando as pistas de navegação. Isso interfere na construção de estruturas navegacionais primárias e secundárias em homepages e ressalta a importância da coluna da esquerda nos itens navegacionais primários.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: